Solidariedade Internacional Produz Resultados Concretos

Solidariedade Internacional

Durante a semana de greve decretada de 27 de Janeiro a 3 de Fevereiro, a empresa Liscont (Mota-Engil) decidiu recorrer a uma pool que apenas integra trabalhadores precários, para operar o navio “Samaria”, propriedade da empresa Unifeeder, com sede na Dinamarca, tendo plena consciência que tal iria interromper o conjunto das operações no terminal face ao pré-aviso de greve.

Foi assim que esse terminal em Alcântara, que normalmente recebe cerca de vinte navios por semana, apenas operou durante a semana passada esse navio (Samaria), tendo os restantes sido, previsivelmente, desviados de Lisboa para outros portos.

Desta forma evidente, a Liscont decidiu prejudicar, uma vez mais, a economia nacional ao pretender atingir o seu objectivo último de substituir os estivadores profissionais por trabalhadores precários.

Esta situação foi permanentemente monitorizada pelos nossos companheiros europeus que integram a rede de solidariedade internacional entretanto organizada pelo que, logo no primeiro porto de escala – Algeciras – a empresa Unifeeder foi confrontada com este procedimento irregular por parte da Liscont, em Lisboa.

Face a isso, e invocando o desconhecimento da situação que estava criada, redigiu esta carta deixando claro que a partir de agora não só não desconhece a situação anómala que se vive em Lisboa como se demarca destas práticas laborais irregulares.

Acresce que, para que a história do “Samaria” não se repita por desconhecimento de outros armadores, iremos fazer circular esta informação por todos aqueles que escalam Lisboa.

Os estivadores portugueses continuam a bater-se para que a movimentação de cargas portuárias continue a ser realizada por equipas de profissionais com quem, dos armadores aos clientes finais, possa existir uma relação de confiança, fundamental para garantir a desejável eficácia dos nossos portos.

Versão em Inglês | English Version
Continue reading “Solidariedade Internacional Produz Resultados Concretos”

Jornada Europeia de Luta Contra a Precariedade nos Portos Europeus

unnamed

Amanhã, solidários com a greve que estamos a levar a cabo em Portugal, os Estivadores Europeus irão parar os Portos durante duas horas. Nesse mesmo dia o mesmo se passará em Setúbal e na Figueira da Foz. O alargamento das fronteiras da nossa luta é uma resposta cabal à tentativa de isolarem a luta dos Estivadores de Lisboa que, como se sabe, enfrentam um conjunto de medidas que está a ser programada para aplicar em Portugal e exportar para toda a Europa. Se o que nos oferecem é a globalização da austeridade, dos despedimentos fraudulentos e da precarização do trabalho portuário, nós ripostamos com as lutas e a solidariedade internacionalistas.

Moção sobre Portugal da Assembleia Geral do IDC-Europa *

IDCA Assembleia Geral do IDC-Europa, reunida a 18 de Setembro de 2013, em Larnaca, em Chipre, depois de ouvir os nossos camaradas portugueses sobre a situação no seu país, constata que:

  • Não houve desenvolvimentos positivos desde a reunião dos Sindicatos (IDC-E e ETF) de 1 de Fevereiro de 2013, em Bruxelas.
  • Constatamos que o campo de aplicação da nova lei votada pelo parlamento reduz o âmbito de intervenção da profissão, reduzindo de forma inaceitável o número de empregos dos trabalhadores portuários.
  • Constatamos que os estivadores profissionais, qualificados e registados são descartados e até dispensados a favor de mão-de-obra de baixo custo e sem formação.
  • Constatamos que os empregadores do porto de Lisboa impedem qualquer negociação de um novo texto convencional.
  • E nós constatamos que o IDC-E, sempre atento e aberto a discussão, depois de diversas cartas enviadas ao governo e ao ministério da tutela (Economia), nunca recebeu qualquer resposta nem propostas de encontro.
  • Todas as organizações presentes nesta Assembleia Geral estão prontas para reagir fortemente para que cessem estes comportamentos inaceitáveis.

Consequentemente, a Assembleia Geral decidiu avançar com acções que afectem o trafego com origem ou em direccão a Portugal. Um “Steering Commitee” / Uma Comissão de Trabalho será constituída muito rapidamente irá reunir no inicio do mês de Outubro em Algeciras e esta encarregada/o de elaborar uma estratégia e para elaborar as acções a altura dos ataques sofridos pelos nossos camaradas portuários.

 A Assembleia Geral do IDC-E

* Tradução provisória a partir do original em francês.